Complot

Este blogue nada tem de original. Fala de assuntos diversos como a política nacional ou internacional. Levanta questões sobre a sociedade moderna. No entanto, pelo seu título - Complot -, algo está submerso, mensagens codificadas que se encontram no meio de inocentes textos. Eis o desafio do século: descobri-las...

A minha fotografia
Nome:
Localização: Praia da Vitória, Terceira, Portugal

segunda-feira, agosto 27, 2012

Um seguro perto de si

O Secretário-geral do PS e mais uma das suas tiradas fantásticas: "Se a RTP dá prejuízo, que privado a quer?"

Neste prisma, que sejam então os contribuintes a pagar.

Mas mesmo assim, estou confuso. Durante o fim de semana, com o Expresso, andei com a ideia de que o canal de TV dava lucro e que era um negócio fácil de ter porque rendia automaticamente 20 milhões ao ano.

o Governo não desmentiu categoricamente a opção avançada por António Borges. Lá usou a técnica do soundbyte para ver o que dava.

Para mim, no setor da comunicação social, principalmente televisiva, ou é carne ou é peixe. A concessão é uma burla. Com que cara um governo é capaz de exigir uma taxa audiovisual para proveito de um privado sob a suposta condição da prestação de serviço público? A TVI ou a SIC não têm programas que o fazem também? Só se a receita da taxa for dividida pelos três canais.

 Mas preferiria a privatização total de um dos canais e a manutenção de um canal exclusivamente do setor público.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial