Complot

Este blogue nada tem de original. Fala de assuntos diversos como a política nacional ou internacional. Levanta questões sobre a sociedade moderna. No entanto, pelo seu título - Complot -, algo está submerso, mensagens codificadas que se encontram no meio de inocentes textos. Eis o desafio do século: descobri-las...

A minha fotografia
Nome:
Localização: Praia da Vitória, Terceira, Portugal

quinta-feira, janeiro 28, 2010

Dois estudantes morrem em protestos na Venezuela

A saga continua. A queda de Chávez é iminente.

Tem duas hipóteses:

  1. Torna-se um ditador como deve de ser e não um presidente maricas, isto é, em vez de encerrar estações televisivas e obrigar as lojas a praticarem o mesmo preço, enceta pela via da repressão e opressão com apoio dos militares e das forças policias. Haverá mortes mas o povo terá medo e se acalmará.
  2. Deixa as coisas como estão, acusando a América e a CIA de querer desteabilizar o país mas acabará por cair na mesma, por imposição do povo e manigância da oposição política.

A Venezuela deixou de ser um país de confiança porque a revolução de Chávez não está a resultar mesmo sendo um dos maiores exportadores de petróleo. Isto, aliás, piora a situação e aumenta a cobiça pelo poder dos poderosos não só nacionais como os de fora.

Perante os problemas, Chávez passa por uma situação de esquizofrenia que o impede de ver e actuar de forma a corrigir o que está mal na sua governação. A paranoia tomou conta dele e quem está ao lado dele começa a fugir sub-repticiamente.

A queda dos ditadores é quase sempre da mesma forma. Só que agora não se chamam ditadores, mas sim autocratas.

Aliás, como escreve Thomas Friedman no seu último livro Quente, Plano e Cheio: "Estados ricos em petróleo, o preço do crude e o ritmo da liberdade tendem a mover-se em direcções opostas. Ou seja, quanto maior o aumento do preço médio global do crude, mais se deteriora a liberdade de expressão, de imprensa, as eleições livres e justas,a liberdade de associação, a independência judicial, o cumprimento da lei e a criação de partidos políticos independentes e organizações não-governamentais."

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial