Complot

Este blogue nada tem de original. Fala de assuntos diversos como a política nacional ou internacional. Levanta questões sobre a sociedade moderna. No entanto, pelo seu título - Complot -, algo está submerso, mensagens codificadas que se encontram no meio de inocentes textos. Eis o desafio do século: descobri-las...

A minha fotografia
Nome:
Localização: Praia da Vitória, Terceira, Portugal

sábado, julho 31, 2010

Quem se mete com o PS Praia, leva

Cuidado, ó Joaquim!
Na Praia, há desporto, cultura e apoio social para todos! E sempre com as contas todas controladinhas; não fosse os malvados técnicos do Tribunal de Contas.

quarta-feira, julho 21, 2010

A coragem de Passos Coelho

A proposta para a revisão da Constituição Portuguesa é deveras ambiciosa tendo em conta o período que o país atravessa. Louva-se a clareza e a transparência nas intenções desta profunda vontade de alterar a "mãe" das leis portuguesas.
É verdade que o timing - ou o oportunismo - da proposta é complicado e pode jogar a favor do PS, por isso é de pensar que a liderança do PSD tem algo em mente que ainda não sabemos.
Mas, por enquanto, parece que lhes vai sair caro esta ânsia de mudar nos moldes em que estão a fazer. O PS vai rejubilar e até deveria agradecer, pois as sondagens irão provavelmente pender a favor dos socialistas. Mas, como digo, este desfecho é tão óbvio que ás tantas haverá reviravoltas.
As propostas são no essencial muito boas porque não são hipócritas sobretudo na questão do Estado Social (Educação e Saúde) e na diferença sobre o despedimento sem justa causa e causa atendível. A partir dos Açores, é difícil estar de acordo visto que aqui o sistema privado em ambos os sectores é quase inexistente, mas no continente, as pessoas sabem que andam a pagar duas ou três vezes para ter acesso aos cuidados de saúde, por exemplo, e que as escolas privadas crescem como cogumelos.
Não concordo com o prolongamento dos mandatos legislativos e presidenciais e acho que é preciso acabar com os Representantes da República para as autonomias. Já temos o Tribunal de Contas e o Constitucional para servir de garantes do respeito das regiões para com a República Portuguesa.

terça-feira, julho 20, 2010

Lucros da SATA

Num dos piores anos para a aviação comercial, a SATA teve o lucro de um milhão de euros. Não é muito, mas atendendo às circunstâncias é fantástico. Como será que isso aconteceu?
As razões apontam para uma redução de custos e de ganhos na eficiência operacional e comercial.
Será só isso? Não será também pelo facto de esta companhia praticar os preços mais altos do que outras companhias? Não será também pelo facto de esta redução de custos se assemelhar às estratégias das Low Cost mas sem o ser?
É importante perceber que a companha açoriana transportou menos passageiros em 2009 do que no ano anterior.

segunda-feira, julho 19, 2010

Na Finlândia, só três por cento dos estabelecimentos têm mais de 600 alunos

Está tudo dito.

Educação lá fora

Os objectivos delineados pelos agentes educativos nos Estados Unidos no sentido de combater os altos índices de insucesso escolar parecem-me certeiros:


“o objectivo não é só fechar as escolas com milhares de alunos e substituí-las por unidades com uma dimensão mais humana - embora este enfoque na "personalização" seja considerado vital. A mudança de escala está também a ser acompanhada pela implementação de novos currículos, pela fixação de um corpo docente mais qualificado e por uma maior autonomia das escolas”

A aposta em escolas mais pequenas

Importante ler esta notícia do Público (aqui).
Em Portugal, incluindo Açores, faz-se precisamente o contrário: aposta nas mega-escolas. Já se sabe, daqui alguns anos teremos os resultados dessa política educativa. O que se passa lá fora pouco interessa, os nossos especialistas é que sabem.

quinta-feira, julho 15, 2010

Ainda não percebi

por que razão a Comissão e o Parlamento europeus ainda não se voluntariaram para a redução dos respectivos vencimentos em 10, 15%, por exemplo, reorientando o dinheiro poupado para a recuperação da economia europeia ou o bem-dito Estado de Providência.

sábado, julho 10, 2010

Depois do enxovalho

quarta-feira, julho 07, 2010

Provocações

Preferia que o PSD não respondesse às provocações do PS. Ontem, nas jornadas parlamentares do PS, as palavras foram rudes para os laranjas.
É impossível insultar um partido e ao mesmo tempo pedir-lhe que seja responsável na resolução da crise com a tomada conjunta das medidas de austeridade.
Em tempo de crise, mais vale fazer de conta que não se ouve e depois das eleições presidencias, dar a machadada final.

terça-feira, julho 06, 2010

Secretário Álamo Meneses

Não admito que um governante tenha a mesma conversa que o Sr. José da tasca ao lado da minha casa sobre o facto de as pessoas serem porcas e de atirar o seu lixo para qualquer sítio.
De um governante espera-se que resolva o problema e não que venha com argumentos fúteis. Todos nós sabemos que é assim, que há os bons cidadãos e os maus, e como sou utilizador desse via, por favor não meta todos no mesmo saco (os seus camaradas socialistas devem pensar o mesmo também).
A via rápida deve ser limpa regularmente, tendo em conta que é muito utilizada. Imagine se as Câmaras agissem de acordo com aquilo que o Sr. diz.

quinta-feira, julho 01, 2010

Está tudo explicado

Afinal, as dívidas Câmara da Praia são fruto do atraso das verbas comunitárias.
O PS local diz que o PSD deseja festejar a "bancarrota do município". Até digo mais: eles querem que haja um grande terramoto seguido de um tsunami que apague a Praia da Vitória do mapa. Fiscalizar e escrutinar o que os reponsáveis autarcas fazem não é o papel deles; não: eles querem é dar cabo da Praia.
Já agora, o Tribunal de Contas que se foda porque não percebe nada do assunto. Estou certo, caros socialistas?